Serra da Aboboreira

Uma serra branda esquecida no tempo que se destaca por ser escolha de muitas espécies para nidificar. Por esta serra vamos percorrer caminhos e estradões que percorrem planaltos pontilhados por aglomerados graníticos, vestígios megalíticos, matos de montanha, pastagens e carvalhais que se encontram nas imediações de aldeias ainda geridas de forma tradicional.

Neste local, as épocas de migração estão cheias de vida, muitas espécies de aves de rapina e passeriformes escolhem esta serra com pouca presença humana e com presença de gado, agricultura tradicional e um coberto vegetal autóctone, como local ideal para nidificar. Para além da época de nidificação, as migrações são também momentos de surpresas nesta serra. Muitas aves aproveitam e escolhem a Aboboreira como uma zona de passagem e descanso durante a migração. De Setembro a Novembro e de Março a Maio, podemos encontrar muitas surpresas nesta bela serra.

Espécies:

Residentes: Estorninho-preto, Toutinegra-do-mato, Perdiz, Escrevedeira, Picanço-real, Fuinha-dos-juncos, Cia, Toutinegra-dos-valados.

Estivais: Tartaranhão-caçador (alguns indivíduos melânicos) Papa-figos, Ógea, Bútio-vespeiro, Felosa-de-bonelli, Felosa-poliglota, Codorniz, Poupa, Águia-cobreira, Andorinhão-pálido, Picanço-barreteiro, Sombria, Águia-calçada.

Migrador: Torcicolo

Local: A Serra da Aboboreira não é das mais imponentes na região, não chegando aos 1000m de altitude. Os terrenos a meia-encosta são predominantemente marcados pela actividade humana e conta com diversas áreas de cultivo, e pastoreio. Nas zonas de floresta predomina o carvalho. O planalto é uma paisagem típica de charneca e tem vários monumentos megalíticos com mais de 5000 anos de idade.

Época do ano: preferencialmente a Primavera-Verão.

Para reservas ou saber mais informações, contacte-nos !

Officina Noctua
Rua Miguel Pinto Martins nº38 4600-090 Amarante
(351) 938664774 :: officina.noctua@gmail.com

Officina Noctua © MMXX
Todos os direitos reservados